Bichos

13 Dec

Amor de gato é livre. 

Despretensioso, vem sem avisar. Surpreende, acolhe. Também quando não quer, não tem. Fica cada um no seu canto, vivendo seu eu, que também é preciso pra alimentar o amor de dois. Não que desapareça, mas fica ali guardado pra quando Deus sabe.

Amor de cão exige. Bajulador, não vive sem. Sozinho, se deprime. Ciumento, não deixa espairecer. É tudo ou nada.

Amor de gato é inteligente. Sabe esperar, dosa, curte. E aí é o maior amor do mundo.

Amor de cão é preso, coleira na guia. Cãofinado, até pular o muro.

Amor de gato pula o muro no sentido figurado. Dá suas voltas, revira os lixos, salta os telhados e volta feliz para o seu quentinho.

Amor de cão é mundo cão. Amor de gato tem sete vidas, no mínimo.

Advertisements

4 Responses to “Bichos”

  1. Adriana December 14, 2011 at 10:41 am #

    Que fofo!! A mais pura verdade…Amo todos!

  2. mariana December 15, 2011 at 10:24 am #

    Julis,
    gostei do texto!! vemos quanto vc ama o ernesto, mesmo ele destruindo sua cortina!!!

    bjs

  3. Isabel Fernandes January 17, 2012 at 10:28 am #

    adorei sua reflexão-comparação sobre o amor canino e o felino. Talvez muitas das frustrações humanas venham de praticarmos o amor felino, mas esperarmos receber o canino.

    • Juliana Furtado January 17, 2012 at 10:52 am #

      Oi Bel! Que bom que gostou! Concordo com vc… espero que um dia possamos evoluir como os gatos! 🙂 Beijos,Ju

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: