Archive | October, 2011

Da gema

27 Oct

Você chega no Rio de Janeiro cedinho e pega um puuuuta congestionamento, porque fecharam as ruas para maratona.

Mas vê no caminho o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor.

Você chega no hostel caindo aos pedaços, que está cobrando uma fortuna. Pede uma toalha e lhe entregam um trapo que já passou do nível pano de chão.

Mas sai para a rua e vê o mar do Arpoador.

Você anda quarteirões em busca de uma loja para comprar uma toalha e não encontra nenhuma aberta.

Mas passa na Galeria River e almoça um intergaláctico HareBurguer.

Você pede informação e recebe uma resposta mal-humorada. Duas. Três.

Mas pega um taxista que fala sobre o Rio nos tempos áureos.

Você tenta pegar um ônibus que custa R$ 4,90, o motorista diz que não tem troco e te larga no próximo ponto.

Mas come um sanduíche de frango incrível do Pepê.

Você tenta comprar uma água para trocar o dinheiro e eles também não tem troco.

Mas janta no Cervantes um sanduíche maravilhoso de alguma coisa + abacaxi + queijo e o melhor salpicão de frango do mundo.

Você se seca depois do banho com papel toalha.

Mas samba na Lapa até de madrugada. E toma café da manhã no Parque Lage. E revive o passado na Confeitaria Colombo. E anda no calçadão de Copacabana ao Leblon. E olha para a Pedra da Gávea. E come um biscoito Globo. E toma um café em Santa Teresa. E faz amigos.

Mantenha o bom-humor. O Rio vai sempre te surpreender.

Advertisements